Dia 07/09

Postado em: 15 de setembro de 2011

Quando deixo passar  tempo pra contar uma novidade perco um pouco do encanto.

É que os fatos vão se distanciando e parece que vão perdendo a graça…

Tinha que ter te contado como foi o feriado quando cheguei da rua, cansada, suada, queimada do sol…

Uma semana depois nada do que eu falar vai ter a mesma graça…

Mesmo assim vou tentar…

Quarta-feira consegui passar o dia inteiro na rua e pra me divertir!

Pirulitei de casa cedo. Dei a volta no Parque da Cidade e olha, aquele parque é GIGANTE! Misericórdia. Encontrei meus amigos maratonistas, Fernanda e Siloé, e até eles estavam correndo com cara de cansados. A seca tá arrasadora, e só pra confirmar: o parque é GI GAN TE.

Tá bom, todo esse gigantismo é exagero, mas leve em conta que  sou sedentária, asmática e que essa foi a primeira volta completa da minha vida!

Depois de sobreviver aos milhares de quilômetros, que a Fernanda me informou que são 8,  desci pra Esplanada. Isso é, a intenção era chegar até a Esplanada, por que como foi amplamente anunciado, eu gosto de ver a Esquadrilha da Fumaça lá no meio do gramado, pulando, gritando e batendo palma. Só a intenção, pq quando o show começou eu não tinha chegado nem ä rodoviária.

Aaa minha gente a essa hora eu já tava só a capa do Batman. Meus joelhos estavam doendo, um sol rachando o coco e eu lá, jurando ser gatinha… Quando vi que já tinha começado comecei a assistir de onde tava. Vi uma, duas manobras e me dei conta de que não era naquele lugar que queria estar. Já que não queria estar ali, comecei a correr!

Corria, cansava, andava.

Corria, cansava, andava.

Nesse ritmo de tartaruga fora de forma cheguei até a rodoviária, atravessei a multidão e cheguei ao gramado!

Tá bom, não foi no gramado que fica entre os mininistérios, mas já foi bem mais perto de onde eu queria.

Chegando ali comecei a curtir! E que delícia! Eles fizeram um show lindo! Gostoso e divertido de se ver. E eu bati palma, gritei, pul, não! Eu não pulei! Perna, joelhe e pé, tudo doendo. Não deu pra pular.

Achei esse video pra te mostrar um pouco do que foi: http://www.youtube.com/watch?v=0DNWkL8bdaw

Eles deram até tchauzinha na hora de ir embora. E eu, tava gostando tanto e achando que ia ter mais que nem “respondi ao tchau”. Aaa não ri da minha cara não! Eu fique feito uma tontonilda falando sozinha: “Aaa mas já acabou? Foi pouco hoje! Você devia ter avisado, se eu soubesse que era só isso tinha dado tchau.” É, eu achei pouco, e tive a cara de pau de ir embora achando ruim.

Não ri da minha cara não!

Eu falo sozinha sempre, pra mim é natural. Qualquer hora dessas falo sobre isso.

Saí de lá e fui pro metrô! Minha santa misericórdia! Tava absolutamente lotada a rodoviária e a estação.

Miraculosamente tinha uma cadeirinha abandonada bem em frente onde para o último vagão e eu sentei e esperei.

Esperei que o povo que tava louco pra chegar em casa fosse primeiro. Pq apesar da vontade que eu tinha, não tava nessa loucura toda. Quando chegou um que eu pude sentar vim embora, sentadinha e feliz.

Ai! Viu só? Acho que to ficando velha mesmo! Falei que tava com pés, pernas e joelhos doendo, que achei um lugar pra sentar na plataforma do metrô e esperei um vagão mais vazio pra poder vir sentada! Jesus misericordioso! Isso é sintoma claro de veera minha gente. Alguém me socorre dos meus 8 de maio em cima de 8 de maio!!!

Cheguei aqui tomei banho, comi e dormi. Quando acordei tava na hora de voltar.

Na Torre de TV teve show da OSTNCS e do Arthur Moreira Lima. Enquanto esperava, balões passaravam, bem na hora do por do sol. Enquanto os balões “subiam” o Eixo Monumental dava pra assistir o por do sol e ve-los voando por perto da lua. Um show!

Aqui dá pra ter uma ideia do que foi http://www.youtube.com/watch?v=iWhiSIlwJrQ, mas só uma ideia… Foi bem muito mais maravilhoso.

A bonita aqui, pro dia terminar perfeito, estendeu a canga no gramado, se acomodou linda, lora e japonesa! Com uma sacola cheia de coisas engordativas comeu, bebeu, deitou, levantou, encolheu, esticou e quando tudo terminou foi embora.

Procurei um video pra te mostrar mas achei só o do DF TV. Esse não tem graça de colocar, é certinho demais.

Quando cheguei em casa no fim do dia tinha tudo aquilo dolorido e uma canga pinicada e arrombada. É, a esperta que vos fala estacionou sua canga encantada perto ou em cima não sei, da moradia das formigas, e elas não perderam tempo. Pobre canga…

E esse dia valeu! Valeu pelo passeio, pelos shows que assisti, pelas pessoas que vi, pelo cansaço diferente.

Valeu por ter passado tanto tempo comigo e por ter treinado observar e comentar sem falar. Acredite, isso também é divertido!

Espero que sair de casa pra me divertir se torne uma rotina, pq quando isso acontecer não vou ficar tão dolorida…

Beijo pra você que me visita.

Aaaa o moço do carro das bolinhas sumiu em definitivo. Ainda não fui lá molhar as mudinhas… Acho que se depender de mim as pobrezinhas irão morrer! To sentindo isso…

Vivian Antunes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicações

setembro 2011
D S T Q Q S S
« ago   out »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  

Arquivo