Tenta, mas tenta diferente

Postado em: 1 de fevereiro de 2017

E vai caminhando, jurando que está fazendo tudo certo.

Até que um dia, puft!

Quebra a cara!

Mas como?

Andou pelo caminho correto. Fez tudo certo.

Continua a caminhar.

Vai mais um pouco.

Um pouco mais e puft!

De novo, quebra a cara!

Quando repara que quebrou de novo, outra vez, senta-se e repete:

“Não é possível tanta quebradeira para uma cara só!”

Para, descobre o motivo da quebradeira, muda de estratégia, troca os instrumentos e tenta outra vez.

E lá vai ele, caminhando de cara inteira.

Às vezes não basta, continuar tentando, é preciso tentar diferente.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicações

fevereiro 2017
D S T Q Q S S
« jan   mar »
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728  

Arquivo