Feliz dia dos namorados

“Feliz dia dos namorados!”

– Ah! Muito obrigada, que o seu também seja doce.

“Doce?”

– É. Doce, lindo, azul, salpicado de corações, como queira.

“Assim sim, por que doce não, estou de dieta.”

– Dieta? Que bom. Sucesso pra você.

“Que bom? Você acha mesmo que estou precisando de dieta?”

– Se está precisando de dieta? Não sei. Acho que não. Por quer a pergunta?

“Você me desejou sucesso.”

– Desejei sucesso por estar envolvida em um projeto e se você está realizando alguma coisa desejo que se dê bem, tenha sucesso.

“Realizando alguma coisa? Está por acaso insinuando que eu não faço nada em minha vida?”

– Eu disse isso?

“Falou que “já que está realizando alguma coisa…””

– Força do hábito: desejo sucesso a todos que passam por mim, para que as pessoas sejam realizadas, felizes. Sabe como é, gente feliz não enche o saco.

“Puxa vida, você realmente é uma pessoa grossa, sem coração. Eu desejo a você um sorriso simpático e um Feliz dia dos namorados e você me chama de gorda, diz que não faço nada na vida e para arrematar me declara infeliz e que estou enchendo o seu saco. Na verdade agora eu quero que você se exploda!

Disse isso e virou as costas.

A pobre alma que havia desejado “um dia doce” somente para introduzir a conversa e oferecer um de seus brigadeiros gourmet, ajuntou seu espanto adocicado e foi vender em outro lugar.

– Pessoa maluca!

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicações

junho 2017
D S T Q Q S S
« maio   jul »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  

Arquivo