Arquivos de ‘África 2012’ Category

Hoje me deu uma saudade tão gigante da África e de tudo que lá vivemos…

Mandei uma mensagenzinha pra todos que tinha na agenda do telefone e desci pro almoço chorando.

Assim, só pra manter a tradição quando o assunto é Vivian e Missão em Coro na África.

Saudade do que vivi e das pessoas com as quais vivi.

Saudade grande de tudo.

Beijos pra você que me visita.

Vivian.

Tags:

Senhoras e senhores, estamos de volta!

A viagem foi incrível!

Todo aquele escândalo que fiz não tinha o menor fundamento.

Foi tudo muito bom e eu prometo contar todos os detalhes.

Hoje faz uma semana que cheguei e ainda to pegando o ritmo da vida normal.

Confesso que viver uma semana em Moçambique fez de mim uma pessoa mais agradecida.

Conto tudo logo logo.

Beijos pra vc que me visita,

Vivian Antunes  🙂

Tags:

To aqui prontinha pra sair.

As malas lá na sala, chave no bolso, sapato no pé. Tudo pronto.

Faz ideia né?

Meu coração parecendo pipoca e eu serelepando pela casa. Sozinha aqui rindo com vontade de chorar.

Muito delícia viver um sonho.

To me sentindo a mais privilegiada e feliz de todas.

São 15h56 e a Eldinha disse que sairia de casa às 16h. Temos que estar lá às 17h30.

Pegamos o voou Brasília  – São Paulo às 19h40. São Paulo – África do Sul às 2h e pouco da manhã.

Chegamos lá ás 10h da manhã, horário de Brasília, lá já serão 15h.

Serão longas e divertidas horas. Tenho certeza disso.

Ai, vou nessa.

Não sei se vou conseguir postar enquanto estiver por lá. Mas vou tentar.

Por favor, ore por nós.

Ai Jesus! Hihhih Eu to indo! Que feliz!!!

Beijos empolgadíssimos.

Vivian.

 

Tags:

São 13h03 do dia 10 de janeiro de 2012.

As malas  ainda não estão prontas, mas tudo foi adiantado.

Fiz todas aquelas coisas de meninas. Não preciso ser mais clara né?

Passei as roupas, comprei  quase os dólares, paguei tudo que tinha de ser pago (to mais quebrada que arroz de terceira), comprei quase tudo que precisava sem usar o cartão de crédito pra isso, o que me deixa orgulhosa de mim, e …

Bem, acabei de ver que to na zona do quase…

Caramba preciso correr.

To feliz e empolgada, falando um pouco menos.

A noite passo por aqui.

Beijos,

Vivian.

Tags:

Quando um texto não tá ficando legal ele dá um jeito desaparecer.

Só pode ser isso.

Pq essa seria a única maneira de justificar tamanha barberagem!

Apaguei outra vez um texto quase pronto.

Nem vou tentar reproduzir o que estava aqui, não adianta, eu não vou conseguir.

O objetivo dele era pra dizer que ESTOU DE FÉRIAS  e isso me deixa feliz.

E que na quarta-feira, dia 11 estou indo pra África.

Quando voltarmos a Ester, nossa maestrina, vai se mudar de cidade.

Motivo esse que me deixa triste.

Isso dá vontade de adiar o começo. É como estar em frente a um doce delicioso mas pequeno. E saber que assim que começar a come-lo o mesmo começará a acabar e por isso, apesar do desejo de faze-lo, a vontade de adiar.

Mesmo havendo isso que me entristece, o momento é mágico.

Eu sou empolgada por natureza e esses últimos dias antes da viagem eu estou empolgadamente tagarela.

A pessoa que já fala muito normalmente, mesmo sem estar sob efeito de estimulantes, agora então tá que é um desespero.

Mesmo com toda a empolgação ainda não coloquei um lenço na mala e  isso até é bom.

Dias atrás falei da “importância” de uma mala emprestada.

Ontem ao relembrar que iremos de Joanesburgo para Maputo de ônibus, sobre o qual não sabemos muita coisa, temi pela integridade da mala cor de rosa. Por esse motivo ela vai ficar em território brasileiro.

Então foi bom que nada foi colocado! Assim evitamos a fadiga de colocar, tirar e fazer a mudança!

Mas tirando o que ainda não tá na mala o restante tá tudo pronto. Ou seja: O coração e a empolgação.

Amanhã venho aqui contar o que consegui arrumar.

Esses dias lá longe serão emocionantes e inesquecíveis.

Prometo escrever direitinho essa semana e fazer o diário no papelzinho pra depois colocar aqui.

Tenha uma noite perfeita.

Beijos,

Vivian.

Reunião com os viajantes.

As coisas começam a tomar forma.

Hoje não chorei. Nem uma lagrimazinha. Não chorei mas tive medo.

Do que? Bem, de tudo né?

A gente começa a ver as fotos e ouvir o que é e como é a realidade. E dá medo.

Eu não tenho medo de nada,  mas tenho medo de tudo nessa vida. Então vamos lá!

Vamos falar só no que é bom e bonito.

Hoje a Paulinha me disse assim: “Olha, nada de sair correndo pelo meio da savana viu?”

O menino que chegou agora no mkt virou pra mim: “Você vai pra África? Eu passei três meses lá pregando a Palavra.”

To super curiosa pra conversar com ele. Acho que vou poder aprender um monte de coisas. Ele passou três meses, mas a namorada passou três anos!

Tenho sono.

Beijos medrosos pra vc que me visita.

Vivian.

A contar de hoje falta exatamente um mês pra viagem.

Isso se eu tivesse conseguido escrever aqui anes da meia  noite né? Agora falta menos de um mês, mas como não dormi, hoje ainda é domingo.

Recebi um conselho quanto ao meu choro: “Chora logo tudo que acaba a água e você não chora mais.”

Achei pouco saudável a ideia.

Amanhã temos reunião pra dividirmos as equipes de trabalho.

Vou levar minhas coisas em uma mala cor de rosa. Emprestada. Falou que dá sorte né? Aaa vc nunca ouviu falar nisso?  Não acredito! Dizem que viajar com mala emprestada torna as viagens muuuito mais legais. Só um detalhe: Eu acabei de inventar essa história!

To ansiosamente feliz, e isso é bom.

Beijos, Vivian.

O texto tava quase pronto. Mas como estou conversando no Face e sou barbeira, em uma das mudaças de tela bati a mão no lugar errado e perdi tudo!

E essa não é a primeira vez que isso acontece.

Ai ai. Da próxima vez ao invés de escolher ser milionária vou escolher ser mais esperta!

Agora, humildemente vou tentar reescrever o que já estava pronto. Não vai sair como o original, pode ser melhor ou pior, mas vou tentar que seja o mais igual possível.

Meninas corajosas viajaram até a África e foram a cada um dos lugares que iremos a partid do dia 11.

Chegaram com muitas fotos e histórias. E eu, só de ver algumas e ouvir umas poucas, chorei.

Chorei quando vi as fotos bonitas, as das pessoas, dos animais. Chorei que me acabei.

A menina corajosa que contava a história estava bem sorrindo e falando como serão grande os desafios, o quanto temos que trabalhar pra que tudo seja encaminhado conforme o necessário. Afinal, amanhã é dia 11/12, falta exatamente um mês.

Ela falava e eu chorava.

Aí quando começo a chorar é um espetáculo a parte: meu nariz chora mais que meus zóios de mel, e vira uma tragédia.

Tava comentando com o povo: Preciso “engolir o choro” de qualquer jeito. Já pensou? Eu saiu daqui, com toda a luta que tá sendo pra ir, e quando chego lá fico só chorando? É pq nesse ritmo de choro que estou só vendo fotografias quando chegar lá vou ficar desidratada.

Agora, me faça a pergunta básica: “Pq é que vc tanto chora?” Aaa queridão, eu não sei! Não faço ideia do motivo de tt desalento. Deve ser pq gosto de chorar só pode!

Aaa essa semana tivemos duas ações de grande importância pra essa viagem: Minha vacina contra a febre a amarela tá em dia. Basta só buscar o cartão internacional de vacina. E minhas férias foram marcadas, de 09 a 28 de janeiro.

Ai Jesus. Será que eu choro é de medo?

Acho que não!

Talvez seja pq Vítor não vai.

É que acredito que vai ser tão maravilhosamente legal, gratificante, marcante, emocionante e todos os outros “ante” que queria muito, muito mesmo que ele estivesse comigo.

Deve ser por isso que quando vejo as coisas choro. O engraçado é que enquanto to vendo as fotos e chorando nem lembro dele… Hihihi

To querendo arrumar alguém pra colocar a culpa mesmo. Tadinho do meu irmão.

Não sei se consegui colocar tudo que tinha dito no primeiro.

Mas agora a missão é tentar descobrir pq choro e parar de chorar!!!

Beijos sorridentes pra vc que me visita! 🙂

Vivian.

Ontem foi feriado aqui no cerrado. Dia do evangélico.

Cheguei hoje ao trabalho e na minha caixa de e-mails estavam as passagens.

Brasília – São Paulo / São Paulo – Jonesburgo

Jonesburgo – São Paulo / São Paulo – Brasília

Tudo começa dia 11 de janeiro e termina em 26 de janeiro.

Ainda não imprimi, mas as passagens estão lá. Minhas, pagas. Basta que o dia chegue.

Hoje também foi o dia marcado para buscar o passaporte. Não fui. Precisei comprar presentes para o amigo oculto de Vítor, pra mamãe levar a uma festinha e  fazer contas na hora do almoço. Contas, muitas contas… 

Mas amanhã vou buscar e juro que te conto como foi a primeira vez com meu passaporte em mãos.

Um detalhe: Olha só como to ficando chique: além de RG, CPF, CNH, CTPS vou ter passaporte minha gente! Palmas pra mim! Só um detalhe: alguém aí sabe me dizer se tem abreviação pro meu mais novo documento?

Aaa preciso tomar a vacina contra febre amarela urgente. Estou muito atrasada com isso.

Semana passada visitei o Face do Felipe Tonasso e sofri efeitos colaterais. Ele foi pra lá no meio do ano e tem umas fotos lindas com filhotinhos de tigre.  Fiquei toda empolgada quando vi.

Mas foi engraçado quando vi as fotografias do trabalho.  Não sei em absoluto, dizer o que se passou comigo, só sei que caí no choro. Deu um negócio aqui no coração. Não sei se medo, ansiedade. Não sei o que  foi, só sei que chorei. Reli aqui e ficou parecendo que chorei de medo. Medo do trabalho. Foi não minha gente. Tá dando pra entender né?

Depois no sábado conversando com um amigo contei pra ele das “loucuras financeiras” que fiz pra poder ir. E ele: “Vc é maluca”.  Foi suficiente pra eu me achar realmente maluca e…

Pronto! As sensações estão as mais amalucadas possíveis.

Como disse uma vez: “Eu não tenho medo de nada, mas tenho medo de tudo nessa vida!”

Mas agora, já que estamos no barco, vamos remar!

Beijos muitos pra você que me visita.

Por falar em beijos, beijar no sentido amplo da palavra não seria má ideia né? kkkkkkkkkkkkk

Esses dias estava com alguns amigos em um restaurante quando um deles me ouviu dizer:

“Por favor garçom, troca esse copo pra mim, tá sujo, de batom!”

O moço saiu com o copo e eu fiquei reclamando:

“Onde já se viu? Só dava pra usar esse copo se o batom fosse meu.”

Ao que um dos amigos completou imediatamente: “É, mas você não usa batom.”

Ai que fofo, o moço tá me observando, viu até que não uso batom! Ou será: Ai que triste, todo mundo já viu que não uso nem batom.

Eu optei por pelo primeiro ai. E fiquei toda felizinha.

Mas essa não é a pauta da noite.

O motivo deste é pra te contar que hoje fui de batom tirar a foto do passaporte. Pense. Convoquei a Modelete, minha amiga bonitona e as vezes produzida pra ir me arrumar. Ela pintou meu olho, escondeu o que dava pra esconder e me arrumou um batom lindo. Lindo mesmo.

Saí toda toda, precisava ver.

No corredor da empresa passei por um moço que tava conversando com alguém quando me olhou desviou o olho pra voltar a conversar, mas quando eu pensei que ele tava indo já tinha voltado pra minha cara. O que ele achou? Aaa não perguntei, mas com certeza me achou linda! kkkkkkkkkk

Tá certo, a modéstia é uma das minhas maiores qualidades, e a humildade também! hihihihih

Mas enfim, fui lá e tirei a foto. Como ficou? Não faço a menor ideia. O moço tirou duas e me mandou voltar  no dia 02/12.

Nesse dia saberemos qual milagre a Modelete conseguiu fazer na minha careta e se aquele moço é ou não um fotógrafo por excelência.

Te  juro que te conto como fiquei. Pode ter certeza: vou colocar milieum defeitos, então você acredite só em parte e dê o desconto necessário já que você me conhece.

Se deixar eu levo essa prosa pela noite a dentro, e só pra que você saiba:  a resenha não foi feita. Nem ontem nem hoje. A noite fiquei aqui conversando com você depois conheci quem não queria. Tive meio segundo de siricutico e por fim fui dormir. E hoje corri o dia todo e escrevi acho que só meia linha. Então agora, preciso trabalhar.

Aaa falei tanto do meu cabelo ontem né? Pois então, hoje acordei cedo, lavei, sequei, chapei e fui trabalhar todo bonitona. Quando desci na parada em frente ao shoppis pense em uma chuvinha sem vergonha que caía sem parar. A bendita vinha acompanhada com um vento safado e determinado. Fiquei na parada esperando o sinal fechar pra eu sair correndo, foi o mesmo que nada. É que vinham os dois de mãos dadas e um jogava o outro na minha cara! Quando cheguei no refúgio do banheiro estava parecendo que tinha enfiado o dedo na tomada. Uma monstrinha. Ao longo do dia ele se acalmou…

Beijos pra e noite feliz pra você que me visita.

Viviantunes


Publicações

julho 2017
D S T Q Q S S
« jun    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  

Arquivo